Terça-feira, 23 de Agosto de 2011

Eu quero a Natália - Anedota #107

 

A dona de um bordel abre a porta e encontra um velhinho vestido com roupa modesta. 

- 'Diga ?' , pergunta ela. 
- 'Eu quero a Natália', respondeu o velhinho. 
- 'Caro senhor, a Natália é uma das nossas 'meninas' mais caras. Talvez eu lhe possa apresentar alguma outra...' 
- 'Não, eu quero a Natália!', insiste o velhinho. 
Então a Natália aparece, um espectáculo de mulher, em saltos altos, corpete, meias e cinto de ligas e diz ao velhinho que o preço é de 500 Euros por visita. 
O velhote nem pisca e, tirando o dinheiro da carteira, diz que tudo bem. 
Então ela leva-o para o quarto onde ele passa uma hora inesquecível, com sexo louco como nunca tinha tido. 
Na noite seguinte, o velhinho aparece novamente e chama pela Natália. 
Ela estranha, diz que nenhum cliente dela veio duas noites seguidas e que ela não faria nenhum desconto pela fidelização. 
O velhinho tira mais 5 notas de 100 euros e entrega à rapariga, que o leva para o quarto onde a sessão se repete, ainda melhor que no dia anterior. 
Na noite seguinte, ninguém acredita: mais uma vez o velhote entrega o dinheiro à moça, e tornam a ir para o quarto. 
Depois da hora que passaram juntos, Natália não resiste e pergunta ao velhinho: 
- 'Ninguém usou os meus serviços três noites seguidas porque sou a melhor desta casa e levo muito caro. De onde é o senhor? ' 
- 'Sou de Cuba, no Alentejo, responde o velhinho 
- 'Sério? Eu tenho uma irmã que mora em Cuba' 
- 'Eu sei, foi ela que me pediu para lhe entregar os 1500 Euros.' 

sinto-me:
publicado por Lígia Laginha às 07:54
link do post | comentar | favorito
Domingo, 12 de Junho de 2011

Menina casa com velho - Anedota #48

 

Uma menina casa com um velho de oitenta anos com Alzheimer.

Preocupada com a frágil saúde do seu marido, pede quartos separados para a noite de núpcias, não o vá fatigar em excesso.

Assim que se deitam, o seu marido irrompe pelo quarto e fazem amor. Ele despede-se e sai. Passado 10 minutos, o velho regressa ao quarto da noiva e voltam a fazer amor. Despede-se e sai… Mais 10 minutos, está o velho de volta e fazem amor novamente. Despede-se e sai.. Mais 10 minutos, lá está o velho de volta pronto para outra, a noiva espantada exlama:
- Ó amor, você para oitenta anos está em forma… Outras vez?! Nem um rapaz de vinte anos conseguiria!

O velhote espantado, olha em volta e diz:
- Mas eu já cá tinha estado?

 

sinto-me:
publicado por Lígia Laginha às 10:45
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 1 de Junho de 2011

A miúda e o lenço - Anedota #38

 

 

Uma miúda vai a fungar no autocarro.

O velhote do lado queixa-se:
- Não tens um lenço, miúda?
- Tenho, mas não lho empresto!

 

sinto-me:
publicado por Lígia Laginha às 07:33
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
16
17

21
24

26
27
28
29
30


.posts recentes

. Eu quero a Natália - Aned...

. Menina casa com velho - A...

. A miúda e o lenço - Anedo...

.arquivos

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

.tags

. todas as tags

.favorito

. Diz que o Dia do Juizo Fi...

. Alemão multado em 1500 eu...

. O canhão - Anedota #27

. Bem feita - Anedota #32

. O Fazendeiro e o sexo ana...

. Inalaram cinzas de cremaç...

. Fã mata gato para imitar ...

. Passa veneno na vagina pa...

. Mulher ganha direito a ma...

. Lili Caneças e as plástic...

.links