Segunda-feira, 8 de Agosto de 2011

Burro morre à frente da igreja - Anedota #96

Um burro morreu em frente a uma Igreja e, como uma semana depois o corpo ainda estava lá, o padre resolveu reclamar com o presidente da câmara.
- Presidente, está um burro morto na frente da Igreja há quase uma semana!

O Presidente da Câmara, grande adversário político do padre, com ironia returquiu:
- Mas Padre, não é o senhor que tem a obrigação de cuidar dos mortos?

- Sim, sou eu! – respondeu o padre, com serenidade. Acrescentando:
- Mas também é minha obrigação avisar os seus parentes!

sinto-me:
publicado por Lígia Laginha às 07:23
link do post | comentar | favorito
Sábado, 6 de Agosto de 2011

O padre provinciano - Anedota #95

 

Um Padre da província contava na eucaristia um dos mais famosos milagres de Cristo aquando da sua estadia na Terra : a Ressurreição de Lázaro.
- ... E então, Cristo pegou nas mãos de Lájaro e dixe-lhe "Lájaro, alabanta-te e anda!" ... Lájaro lebantou-xe e andeu!
Ouve-se uma voz no fundo da Igreja : - E andou! Estúpido!
Ao que o padre respondeu :
- Pois, andou estúpido durante uns tempos, mas depois paxou!

 

sinto-me:
publicado por Lígia Laginha às 09:37
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 28 de Julho de 2011

Quem partiu o pastor? - Anedota #87

 

Estavam uns miúdos a brincar no pátio da igreja por altura do Natal. Até que um deles sem querer esbarra num dos bonecos do presépio e parte-o. Passado um bocado chega o padre e, ao ver o boneco partido, diz:
- Quem é que partiu o pastor?

Todos ficam muito calados até que depois de muita insistência o culpado se acusa. O Padre imediatamente diz:
- Então tens de pagar o estrago.

E responde o  menino:
- Eu não tenho dinheiro senhor padre.

E o Padre:
- Então pagam os teus pais.

E o menino
- Eu já não tenho pais.

E o Padre:
- Então não tens ninguém? És sozinho no mundo?

Responde o miúdo:
- Não! Eu tenho uma irmã mais velha.

O Padre:
- Pronto paga ela.

E responde o miúdo:
- Ela também não pode pagar, não tem dinheiro. É freira…

Corrigindo o menino, diz o Padre:
- Não se diz freira, diz-se esposa de Cristo.

E finaliza o menino:
- Ah! Então o meu cunhado que pague…

sinto-me:
publicado por Lígia Laginha às 09:11
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Domingo, 17 de Julho de 2011

Os nossos primeiros pais foram Adão e Eva - Anedota #78

Na catequese, dizia o padre aos meninos que o ouviam com muita atenção:
- O nosso primeiro pai foi o Adão e a nossa primeira mãe foi Eva.

Nisto, uma das crianças levanta-se e interrompe o padre:
- Não é verdade!

Pergunta o padre um tanto aborrecido:
- Como não e verdade?

E o rapazinho continua:
- O meu pai diz que nós descendemos do macaco!

Meio ofendido, responde o padre:
- Olha, meu filho, de onde a tua família vem não me interessa…

sinto-me:
publicado por Lígia Laginha às 09:56
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 13 de Junho de 2011

O Padre e o bêbado - Anedota #49

 

Num autocarro, um padre senta-se ao lado de um sujeito bêbado que, com alguma dificuldade, lia um jornal. De repente, com uma voz um pouco empastada, o bêbado pergunta ao padre:
- O senhor sabe o que é artrite?

Sem muita paciência e num tom irado, o padre responde:
- É uma doença provocada pela vida pecaminosa e sem regras: mulheres, promiscuidade, sexo, farras, excesso de consumo de álcool e outras coisas que nem ouso dizer!

O bêbado calou-se e continuou com os olhos fixos no jornal. Alguns minutos depois, o pároco achou que tinha sido muito brusco com o bêbado e, tentando amenizar, diz:
- Há quanto tempo o senhor está com artrite?

E o bêbado responde:
- Eu?… Eu não tenho artrite! Segundo este jornal quem tem é o Papa!!

 

sinto-me:
publicado por Lígia Laginha às 18:17
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 27 de Maio de 2011

Os papagaios religiosos - Anedota #33

 

Desesperada, a Manuela procura um padre.

— Padre, estou com um problema! Eu tenho duas papagaias, mas elas só sabem dizer uma frase.

— E que frase é? — perguntou o padre.

— "Olá, nós somos prostitutas! Vocês querem se divertir? — disse a Manuela.

— Isto é terrível! — respondeu o padre.

— Mas eu tenho uma solução para o seu problema. Vou levar as suas papagaias para a minha casa e coloca-las junto aos meus dois papagaios que, ensinados por mim, rezam o dia todo.
No dia seguinte, o padre levou as papagaias para a sua casa. Assim que foram colocadas na gaiola, elas disseram:

— Olá, somos prostitutas! Vocês querem se divertir?
Ao ouvir isto, um papagaio olhou para o outro e disse:

— Joga o terço fora! As nossas preces foram ouvidas!

sinto-me:
publicado por Lígia Laginha às 07:34
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
16
17

21
24

26
27
28
29
30


.posts recentes

. Burro morre à frente da i...

. O padre provinciano - Ane...

. Quem partiu o pastor? - A...

. Os nossos primeiros pais ...

. O Padre e o bêbado - Aned...

. Os papagaios religiosos -...

.arquivos

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

.tags

. todas as tags

.favorito

. Diz que o Dia do Juizo Fi...

. Alemão multado em 1500 eu...

. O canhão - Anedota #27

. Bem feita - Anedota #32

. O Fazendeiro e o sexo ana...

. Inalaram cinzas de cremaç...

. Fã mata gato para imitar ...

. Passa veneno na vagina pa...

. Mulher ganha direito a ma...

. Lili Caneças e as plástic...

.links