Sábado, 30 de Abril de 2011

Costumes judeus - Anedota #7

 

 

 

Um jovem namorava com uma rapariga judia e queria casar-se com ela mas para isso precisava da autorização do pai dela.
Ao chegar a casa dele, o pai dela explicou-lhe:

- Nós somos judeus e temos uma forma peculiar de fazer as coisas. Se quiseres casar com a minha filha tens que passar por uma prova. Toma esta maçã e volta amanhã.

O jovem saiu meio alucinado de casa. No dia seguinte voltou.
-Muito bem- disse o "sogro"- que fizeste com a maçã?      

-Comi-a. Tinha fome.

O "sogro" replicou:
-Vês? Muito mal, nós judeus descascamos a maçã e, com a casca fazemos um delicioso licor. Partimos em duas e damos metade aos pobres e com a outra repartimos com a nossa família. Metade das sementes vendemos no mercado e a outra metade, quando tivermos mais, plantamos. Já viste como somos? Bom, vou-te dar outra oportunidade. Toma este chouriço e volta amanhã.
O tipo saiu um pouco lixado e voltou no dia seguinte.
-Então, que fizeste com o chouriço?
-Com o fio fiz uns cordões para os meus sapatos, com o chumbinho fiz um pendente para pôr no fio da sua filha. Parti o chouriço a meio, cortei-o em  rodelas e metade dei aos pobres e a outra metade reparti com a família.

-Muito bem! E que fizeste com a pele?

-Com a pele fiz um preservativo, dei uma queca na sua filha e trago-lhe aqui o leite para você fazer um galão!


sinto-me:
publicado por Lígia Laginha às 12:01
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 29 de Abril de 2011

O alentejano e a goteira - Anedota #6

 

 

 

Estava um Alentejano sozinho num autocarro e alem dele só o motorista.
Estava a chover muito e o infeliz estava mesmo sentado por baixo de uma goteira.
O motorista para num sinal vermelho e ao olhar para o espelho vê aquilo e pergunta :
-Mas porque e que não troca de lugar ?
-Ê até trocava, mas com queim ??

sinto-me:
música: As meninas da Ribeira do Sado
publicado por Lígia Laginha às 07:40
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 28 de Abril de 2011

A coragem do capitão - Anedota #5

 

 

 

O capitão do navio encontra-se no seu camarote quando o imediato lhe vem dizer que avistaram um navio pirata que vem na sua direcção. 
O capitão sobe até ao convés, observa o navio ao longe com um telescópio e diz: 
- Traz-me o meu casaco vermelho. 
O imediato pergunta: 
- Casaco vermelho? Mas... Para quê? 
- Vamos combater daqui a nada. Se eu for ferido, não quero que a minha tripulação veja o meu sangue e se amedontre. Quero que combatam até ao fim sabendo que vamos ganhar! 
O imediato vai buscar o casaco e a tripulação é vitoriosa na batalha. 
Passado uma semana o imediato torna a chamar o capitão por causa de outro navio pirata. 
O capitão torna a observar o navio, verifica que este é maior e diz: 
- Traz-me o meu casaco vermelho e as minhas calças vermelhas. 
O imediato assim faz, o capitão veste-se e travam nova batalha. Uma vez mais, são vitoriosos. 
Duas semanas depois o imediato torna a chamar o capitão para ver mais um navio pirata. 
O capitão observa o navio ao longe e repara que este é de um tamanho colossal. 
Diz o capitão: 
- Imediato... Traz-me as minhas calças castanhas...


sinto-me:
publicado por Lígia Laginha às 06:49
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 27 de Abril de 2011

O Português e o Diabo - Anedota #4

 

 

 

Estavam um Português, um Inglês, e um francês no inferno.

O diabo vira-se para eles e diz:

- Pois bem, quem quiser escapar do purgatório tem que me trazer um material qualquer que eu não consiga derreter. Vocês naquela sala têm tudo que existe na terra. Escolham e tragam cá.

Vai o Francês, e traz um aço especial usado um reactores nucleares, preparado para aguentar com altas temperaturas.

O diabo agarra no aço com as mãos, e conforme vai apertando, o aço vai-se derretendo todo.

Vai o Inglês e traz um barro especial, usado para recolher amostras de lava no interior de vulcões.

O diabo agarra no barro com as mãos, e conforme vai apertando, o barro vai-se derretendo todo.

Vai o Português, e aparece com duas bolinhas, uma verde e outra amarela.

O diabo agarra as bolinhas com as mãos, e começa a apertar. Apesar das várias tentativas, as bolinhas não derretiam. O diabo tentava, tentava, mas nada.

Vira-se para o Português e pergunta: - Ouve lá, o que isto?

Ao que o tuga responde:

- M&M's, derrete-se na boca, e não nas mãos!


sinto-me:
publicado por Lígia Laginha às 07:15
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 26 de Abril de 2011

Lili Caneças e as plásticas - Anedota #3

 


 

 

A Lili Caneças vai ao médico para fazer um tratamento revolucionário anti-rugas:

 

- A sra. só terá de colocar um parafuso no topo da cabeça escondido no couro cabeludo. Sempre que aparecerem rugas basta girar o parafuso que a sua pele é puxada para cima e as rugas desaparecem. Quer experimentar? -

 

- Claro, Dr.! Isso é o máximo!

 

Seis meses depois volta para uma consulta:

 

- Dr. essa técnica do parafuso é óptima, mas apareceram-me estes papos por baixo dos olhos!

 

- Minha Sra. esses papos são os seus seios. E se não deixar esse parafuso quieto daqui a 15 dias vai ter barba !!!!!!!

sinto-me:
publicado por Lígia Laginha às 07:46
link do post | comentar | favorito
Domingo, 24 de Abril de 2011

A Escola em África - Anedota #2

 

 

 

 

Numa escola em África a professora pede aos alunos que digam um verbo. O primeiro aluno pensa um bocado e finalmente diz: 
- Bicicrete! 
- Não, bicicleta não é um verbo! Tu aí atrás, ora diz um verbo! 
O rapaz pensa um pouco e finalmente diz: 
- Prástico! 
- Não! Plástico também não é um verbo! Tu aí ao pé da janela, diz um verbo! 
O rapaz pensa um pouco e diz: 
- Hospedar! 
- Muito bem! Hospedar é um verbo, sim senhor! Agora diz uma frase com esse verbo! 
O rapaz pensa mais um pouco e por fim diz: 
- Hospedar da minha bicicrete são de prástico!

sinto-me:
publicado por Lígia Laginha às 07:39
link do post | comentar | favorito
Sábado, 23 de Abril de 2011

As freiras e os sabonetes - Anedota #1

 

 

 

 

É domingo, o convento está quase vazio e pouco falta para a missa das nove.
Dois padres vão tomar banho. Já estão nus, quando dão pela falta de sabonete, que a pressa fez esquecer. 
Diz um deles : 
-Vou num instante ao meu quarto que fica aqui mesmo ao fim do corredor e trago dois sabonetes.
E juntando a fala à acção, corre para o quarto, tão despido quanto está. De volta, com um sabonete em cada uma das mãos, dá de caras com três freiras, já a caminho da missa. 
A primeira coisa que se lembra é fingir-se de estátua.
As freiras olham espantadas a estátua desconhecida e comentam : 
- Que figura linda, perfeita... 
Uma delas, de olhar fixo na 'pindureza' do padre, resolve dar-lhe um puxão.
A reacção do padre à dor provoca a queda de um sabonete.
A freira apanha-o e conclui para as outras : 
- Afinal, não é estátua nenhuma. É uma máquina de sabonetes !
A freira mais próxima também quer :
Outro puxão, nova dor e o segundo sabonete no chão !
- Que coisa gira !!! - exclamam, felizes. 
A terceira freira, não querendo ficar atrás, também dá o seu puxão e nada ! 
Puxa de novo e nada; outra vez e nada; e puxa e nada; e puxa e puxa e puxa e puxa, puxa, puxa, puxa, puxa, puxa, puxa... 
E conclui maravilhada : 
-Deus seja louvado... também dá sabonete líquido.


sinto-me:
publicado por Lígia Laginha às 07:26
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
16
17

21
24

26
27
28
29
30


.posts recentes

. red

. Arquivos a abarrotar - An...

. Cão chupa pau - Anedota #...

. O assistente do médico - ...

. Quanto custa para casar? ...

. O que é a política? - Ane...

. Um café à Sporting - Aned...

. Estão a bater no meu pai ...

. Loiras no futebol - Anedo...

. O robot detector de menti...

.arquivos

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

.tags

. todas as tags

.favorito

. Diz que o Dia do Juizo Fi...

. Alemão multado em 1500 eu...

. O canhão - Anedota #27

. Bem feita - Anedota #32

. O Fazendeiro e o sexo ana...

. Inalaram cinzas de cremaç...

. Fã mata gato para imitar ...

. Passa veneno na vagina pa...

. Mulher ganha direito a ma...

. Lili Caneças e as plástic...

.links