Quarta-feira, 10 de Agosto de 2011

A queda da professora - Anedota #98

 

Na sala de aula, a professora escorrega e cai. Na queda, o vestido sobe-lhe até à cabeça. Ela levanta-se imediatamente, ajeita-se e interroga os alunos:
- Luizinho, o que é que o menino viu?

- Os seu joelhos, professora. – Respondeu o menino.

Diz a professora:
- Uma semana de suspensão! E vocês menino Carlinhos?

- As suas coxas, senhora professora. – responde o menino.

- Um mês de suspensão! E você menino Joãozinho?

O Joãozinho pega nos cadernos e, quando vai a sair da sala, diz:
- Bom, pessoal, até para o ano que vem…

sinto-me:
publicado por Lígia Laginha às 08:13
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 29 de Julho de 2011

Mãe só há uma - Anedota #88

 

A professora pede aos alunos para escreverem um texto que termine com a frase ”Mãe há só uma”. Os meninos lá escreveram e então a professora pede para que leiam alto para toda a turma. O primeiro é o Luisinho:
- Ontem, cheguei a casa, a minha mãe abriu-me a porta, tirou-me o casaco e a mochila e, antes de fazer o jantar, ajudou-me nos TPCs. Por isso digo que Mãe há só uma.

- Muito bem. – felicitou a professora. – Agora tu menino Pedrinho.

Diz o menino Pedrinho:
- Neste fim-de-semana fui à praia com a minha familia e, quando estava na água, veio uma grande onda e quase que me afoguei. A minha sorte é que a minha mãe estava atenta e salvou-me e é por isso que digo que Mãe há só uma.

- Muito bem Pedrinho e é preciso muito cuidado na água! – Felicitou e advertiu a professora.

Por fim, chegou a vez do menino Joãozinho. Diz o Joãozinho:
- Ontem, cheguei a casa, a porta estava aberta, tirei a mochila e o casaco, entrei no quarto da minha mãe, onde estava ela e o meu padrasto. Depois, ela mandou-me ir buscar duas cervejas e, quando cheguei ao frigorífico, gritei: Mãe há só uma!

sinto-me:
publicado por Lígia Laginha às 11:30
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 19 de Julho de 2011

O relato - Anedota #79

 

Na escola, a professora tinha pedido aos alunos para escreverem e depois relatarem alto, para toda a aula, um acontecimento que fosse pouco habitual e que lhes tivesse acontecido recentemente.

Algum tempo depois, os alunos acabam de escrever e ela pede ao Joãozinho, o menino mais reguila, que leia o seu texto:
- Na semana passada, o meu pai caiu ao poço que nós temos no fundo do quintal lá de casa.

- Meu Deus! Isso é horrivel! – Exclamou a professora.

Preocupada com aquela história acrescenta:
- E como é que ele está?

Responde o Joãozinho:
- Acho que agora está bem, desde ontem que parou de pedir ajuda…

 

sinto-me:
publicado por Lígia Laginha às 07:44
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 21 de Junho de 2011

Joãozinho apanha o pai e a tia atrás dum arbusto - Anedota #55

 

O pequeno Joãozinho faz uma descoberta interessantíssima enquanto brinca no jardim. Apressa-se a contra à mãe:
- Mamã, mamã, acabei de ver o pai a fugir para detrás de um arbusto com a tia Joana. Começou por lhe dar uns beijinhos, depois tirou as calças, a tia despediu-se e…

Interrompe a mãe:
- Não contes mais joãozinho, guarda o resto da história para o jantar, para quando o teu pai estiver presente. Quero ver a cara daquele sacana quando ouvir a história!

Ao jantar, a mão pede ao Joãozinho que repita a história. Diz o menino:
- Então é assim, eu estava a brincar no jardim e vi o papa a fugir para de trás dum arbusto com a tia Joana. Começou por lhe dar uns beijinhos, depois tirou as calças, a tia despiu-se e…

Impaciente a mãe:
- E o quê filho?

E diz o Joãozinho:
- … E desataram a fazer a mesma coisa que a mamã costuma fazer com o tio João na garagem!

 

sinto-me:
publicado por Lígia Laginha às 09:25
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 17 de Junho de 2011

Joãozinho e a idade do Sócrates - Anedota #52

 

José Sócrates numa das suas múltiplas visitas a escolas visitou a escola do Joãzinho, uma daquelas considerada escola-modelo, onde foi distribuir uns computadores aos professores, resolve pôr um problema às criancinhas.

- Meninos, tenho um problema para vocês resolverem. Quem acertar na solução ganha um computador que eu ofereço! Então, é assim: Um avião saiu de Amesterdão com uma velocidade de 800 km/h; a pressão era de 1.004,5 milibares; a humidade relativa era de 66% e a temperatura 20,4 ºC. A tripulação era composta por 5 pessoas, a capacidade era de 45 lugares para passageiros, a casa de banho estava ocupada e havia 5 hospedeiras, mas uma estava de folga.
A pergunta é… Quantos anos tenho eu?

Silêncio total(!), os alunos ficam assombrados, professora fica estupefacta. Então, o Joãozinho, lá no fundo da sala e sem levantar a mão, diz de pronto:

- 50 anos, senhor Engenheiro!

José Sócrates surpreendido fita-o e diz:

- Caramba! Acertaste em cheio. Vou dar-te o computador! Eu tenho mesmo 50 anos. Mas como encontraste esse número?

E Joãozinho diz:
- Bem, na verdade foi muito fácil. Foi uma dedução lógica, porque eu tenho um primo, ele é meio parvo e como tem 25 anos …

 

sinto-me:
publicado por Lígia Laginha às 08:36
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
16
17

21
24

26
27
28
29
30


.posts recentes

. A queda da professora - A...

. Mãe só há uma - Anedota #...

. O relato - Anedota #79

. Joãozinho apanha o pai e ...

. Joãozinho e a idade do Só...

.arquivos

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

.tags

. todas as tags

.favorito

. Diz que o Dia do Juizo Fi...

. Alemão multado em 1500 eu...

. O canhão - Anedota #27

. Bem feita - Anedota #32

. O Fazendeiro e o sexo ana...

. Inalaram cinzas de cremaç...

. Fã mata gato para imitar ...

. Passa veneno na vagina pa...

. Mulher ganha direito a ma...

. Lili Caneças e as plástic...

.links